Arquivo da tag: Hard Rock

Moby jam – “Sem Juízo” (2014)

O Rock nacional não decepciona, e pra fortalecer essa afirmação, temos o álbum “Sem Juízo“, trabalho de estreia da banda Moby Jam.

A banda é um trio composto por amigos de longa data e que foi formada na cidade de Varre Sai/RJ em meados de 2006. 

Composto por Marcelo Vargas (Voz e Guitarra), Augusto Borges (bateria) e Elson Braga (contrabaixo). 

Com uma sonoridade firme e sem grandes pretensões, a banda aborda as raízes do Rock clássico e enérgico, flertando com a acessibilidade Pop numa mistura melódica e cheia de peso, boas letras, arranjos criativos e bom gosto. Tudo isso abarcado pela excelente produção.

As 8 faixas transbordam a paixão do trio pela Rock, cativando os amantes de uma boa música já na primeira audição. 

O álbum inicia perfeitamente com a faixa “Purpurina“. Seu riff inicial puxa o ouvinte e toma sua atenção pra dar o recado. É uma faixa que resume o som da Moby Jam pois tem pegada enérgica do Rock’n’roll e a acessibilidade Pop

O grande destaque do álbum vem na sequência, a excelente “Sol“, que transpira o clima dos anos 90 com muita emoção. 

Chuva Ácidacontinua o clima noventista e firma Marcelo Vargas como um excelente guitarrista. Seus arranjos se destacam e guiam a dinâmica das músicas. 

A crueza e acidez presentes em Descalabromostram a faceta mais agressiva do grupo. 

Mantendo a essência, mas incluindo alguns riffs mais pesados, com uma pegada Acid Rock no estilo de Deep Purple temos Homem de Gelo“, outra ótima faixa. 

Brilhar a Minha Estrela (Da mais um)é um cover de Sangue da Cidade. Faixa excepcional, mostra que o trio tem muita identidade sonora com uma releitura que revitaliza a versão original mantendo o seu DNA e ainda assim, possui a pegada da Moby Jam

A faixa mais clean vem a seguir,”Vôo“, possui uma letra linda e mostra que na simplicidade há bastante riqueza. 

A faixa título finaliza o álbum com a mesma dose de energia que a Moby Jam iniciou o play. 

Sem Juízo” é um grande trabalho, feito com paixão e competência, por quem ama e pra quem ama o Rock nacional. 

https://youtu.be/VGUI7OXuZPc

TRACKLIST

01 – Purpurina

02 – Sol

03 – Chuva Ácida

04 – Descalabro

05 – Homem de Gelo

06 – Brilhar A Minha Estrela (Da Mais Um)

07 – O Voo

08 – Sem Juízo

FORMAÇÃO

Marcelo Vargas – vocal e guitarra

Augusto Borges – bateria

Elson Braga – baixo

Anúncios

Disaster Cities e Grindhouse: noite de estreias em São Paulo

Bandas do cast da Abraxas tocam nesta sexta, 24, no Estúdio Costella

          Arte: Rafael Panegalli

Apontado como um dos mais requisitados da capital paulista, principalmente entre as bandas do cenário alternativo, o Estúdio Costella recebe nesta sexta-feira, 24, dois nomes da nova geração e que pertencem ao cast da Abraxas: o Disaster Cities, que faz neste evento a sua estreia em palcos, e a Grindhouse, em processo de gravação do primeiro full length. Os shows começam a partir das 20 horas e o ingresso tem preço camarada: R$ 20.

Formada em 2017 no eixo São Paulo-Santa Catarina, aDisaster Cities enfim realiza o primeiro show para tocar os três primeiros singles, “Right Next to you“, “Brave New Heart” e “Death Blues“, lançadas no segundo semestre do ano pela Abraxas nas principais plataformas de streaming, além de outras inéditas. 
Sem fronteiras e sem limitações sonoras, o power trio formado por Matheus Andrighi (guitarra/voz), Rafael Panegalli (baixo/voz) e Ian Bueno (bateria) aproxima o stoner do hard rock, o grunge ao blues, e provarão agora em palco porque devem figurar em listas de fim de ano como uma das grandes sensações do rock nacional. Ouça os dois últimos singles aqui: https://ONErpm.lnk.to/DisasterCities


Grindhouse é a mais nova banda do selo da Abraxas. O experiente quarteto Leandro Carbonato (voz e guitarra), Roger Marx (baixo), Luiz Natel (guitarra) e Gustavo Cardoso (bateria) já abriu para as gringas Red Fang, Mars Red Sky e Atomic Bitchwax e é reconhecido pela sonoridade explosiva e autêntica, combinando elementos de Black Sabbath e Fu Manchu, embalados à aura punk

Nesta sexta, eles tocarão pela primeira vez uma das músicas que estará no debut, em processo de gravação no próprio Estúdio Costella (com supervisão de Gabriel Zander) e previsto para os meses iniciais de 2018. 

SERVIÇO

ABRAXAS APRESENTA DISASTER CITIES E GRINDHOUSE NO ESTÚDIO COSTELLA 

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/161817121079813/

Data: 24 de novembro de 2017 (sexta-feira)

Horário: 20 horas

Local: Estúdio Costella

Endereço: rua Aimberê, 01258-020, São Paulo/SP

Ingresso: R$ 20

Sunroad: distribuição do álbum “Wings Seven” chega ao Japão 

O maior expoente do Hard Rock no estado de Goiás, até mesmo no Brasil, a veterana Sunroad, acaba de anunciar a distribuição de seu sétimo álbum de estúdio, “Wings Seven” do outro lado do mundo, o Japão.

 

Agora o país asiático terá o material para comercialização, considerados por músicos consagrados como um dos países que mais reverenciam o Metal, os nipônicos agora receberão uma das obras mais bem elogiadas e feitas dentro do estilo Hard Rock/ AOR no ano de 2017 no Brasil. O material será distribuído pela “DiskUnion” que acaba de assinar representação comercial da banda Sunroad em todo território japonês.

 

Escute “Destiny Shadows” faixa de abertura de “Wings Seven”

https://www.youtube.com/watch?v=KW8R98TvvE4

 

Sendo o sétimo álbum de estúdio, Wings Seven, também está disponível para venda no Brasil através do “Musik Studio”, as encomendas nacionais podem ser feitas no link abaixo:

https://www.facebook.com/MusiKstudioandstore/

 

Para aquisição no Japão, basta acessar o link abaixo:

http://diskunion.net/punk/ct/detail/HMHR170418-401

 

O álbum conta com 13 faixas e é considerado o trabalho mais solido e bem produzido da carreira da Sunroad, músicas mais pesadas apresentam uma nova vertente do grupo, tudo sem perder sua identidade, no disco também não irá faltar as baladas que são marcas registradas da banda.

 

Mais informações:

Facebook:https://www.facebook.com/sunroadofficial/

Roadie Metal Press:https://roadie-metal.com/press/4145-2/

Elephant Casino – “Believe” (2016)

Surgida recentemente no ano de 2015 em Belo Horizonte/MG, a banda Elephant Casino lança seu EP de estréia, “Believe”, já despontando como um dos grandes nomes do estilo na cena nacional, gerando boas expectativas em torno do seu trabalho.

O potencial de cada músico se destaca de forma bem dosada e espontânea através das 4 faixas do EP, onde a banda se mostra bastante entrosada. 

Os timbres estão muito bonitos e destacados, principalmente os da guitarra, aliás, os riffs de Rafael Fajardo são excelentes, eles conseguem fixar no seu cérebro e caracterizar cada faixa.

O desempenho entre baixo de Vinyboy Silveira e a bateria de Diego Sans se destaca de forma eficiente, destacando-se o timbre grave e macio do baixo e suas linhas melódicas.

Os vocais de Fabrício Araújo possuem uma amálgama de influências notáveis como Ian Gillan, Glenn Hughes, Blaze Bayley e Bruce Dickinson, mas nada que pareça imitação, visto que ele utiliza muito bem sua técnica junto à essas influências.

Apesar de apenas 4 faixas, temos aqui, tudo que uma boa banda de Hard Rock pode oferecer:

Uma faixa de abertura empolgante, “Believe”, que já inicia o disco em grande estilo, impregnada de dopamina em sua melodia viciante;

Uma baladinha como a “Stardust”, com cara de anos 70, de tema meio psicodélico e bem atmosférica;

Um Hard Rock mais clichê, neste caso, a faixa “Return” vem bem na vibe dos anos 90, mais voltado para o Pop, e aquela faixa mais pesada, com uma pegada Heavy Metal e um solo foderoso se idealiza em “The Haze”.

Sem dúvidas esse belo trabalho desperta o interesse do público pela banda, nos deixando ansiosos pelo seu Full Length.