Lançada a Coletânea Rock Soldiers vol. 22

A cena underground nacional possui diversos apoiadores, várias pessoas importantes que seguem contribuindo sempre para o fortalecimento e difusão da mesma.

Uma dessas pessoas é o grande Marivan Ugoski (UGK Discos), idealizador da Coletânea Rock Soldiers.
Chegando à sua 22° edição, a Coletânea Rock Soldiers já é sucesso garantido e segue apresentando diversas bandas do cenário underground, passando por vários estilos, indo do Punk, Hardcore, até o Death, Thrash e Grindcore.

AS BANDAS PARTICIPANTES: 

CD 01


A Rua (GO)


Agorah (TO)


Amorfo (SP)

Animal Core (MG)

Ato Abusivo (PA)

Bloodshed (MG)

Coccyx (MG)

Dependência Pulmonar (DF)

Fim do Mundo (DF)

Fire Angel (AC)
 
 


CD 02:

Paa Tal (RS)


Prostibulus (GO)

Rastilho (RS)

Sagrado Inferno (MG)

Silence Means Death (ES)

Soulchamber (MG)

Soul Torment (RS)

Tessalonica (SP)

Torrencial (SP)

Toxic Carnage (SP)
 

Informações: https://m.facebook.com/cdsrocksoldiers/

Anúncios

Fatal Scream – “From Silence to Chaos” (2016)

Da cidade de Ribeirão Preto/SP, a banda Fatal Scream lança seu debut, “From Silence to Chaos”.

Sendo uma banda relativamente nova, idealizada em 2012, e que está lançando seu primeiro trabalho com tamanha qualidade, a banda inicia sua carreira chegando com os dois pés na porta.

Sua sonoridade é uma mistura bem dosada de estilos como o Thrash, Power e o Heavy Metal, o que resulta em um trabalho com peso, técnica e dinâmica na dose certa.

Os riffs encorpados e a cozinha densa destacam essas características, acompanhados pelas fortes melodias do poderoso vocal de Carol Lima, grande destaque desse álbum.

Faixas como “Killer Wolf”, com seu peso e refrão pegajoso, “Before The Judgement”, a qual soa como um clássico atemporal e “Betrayer”, agressiva e cheia de groove mostram que a banda caminha com bastante segurança dentro dos estilos citados.

Outro ponto forte nesse trabalho é a produção sonora. O trabalho feito por Rômulo Felício, no Under Studio, possui clareza e naturalidade entre o equilíbrio de cada timbre sem perder o peso e a agressividade sonora da banda.

O único ponto fraco, mas não menos importante, é o material gráfico.

A capa está interessante, mas no interior do encarte as letras estão espremidas, algumas legíveis e outras de difícil visualização.

Numa era onde o download gratuito reina, acho que as bandas (principalmente da cena underground) deveriam investir um pouco mais na qualidade de seu produto final, não desmerecendo a parte gráfica e tornando a, assim, um atrativo a mais.

Carol Lima (Vocal)

Diego Aricó (Guitarra)

Rodrigo Hurtiga Trujillo (Baixo)

Carlos Lourenço (Bateria)

José Roberto Cardoso (Guitarra)

Ex Deo – “The Immortal Wars” (2017)

“Fear me, for I am Hannibal”

Sem dúvida um dos melhores álbuns de 2017 que tive o prazer de ouvir. Distribuído aqui no Brasil pela Shinigami Records, “The Immortal Wars” é o terceiro álbum do Ex Deo, projeto nascido no ano de 2008 e que é capitaneado por Maurizio Iacono, vocalista e baixista do Kataklysm.

A proposta do projeto é a junção entre o peso e técnica do Death Metal com orquestrações sinfônicas e corais, construindo uma ambientação grandiosamente épica, dinâmica e cativante ao contar atos históricos.

A temática nos apresenta Hannibal, general cartaginês considerado um dos maiores estrategistas da história. As 8 faixas transportam o ouvinte através do tempo numa viagem épica, com status de cinematográfica, passando por momentos dramáticos, pomposos, retratando passagens gloriosas e feitos impressionantes de uma figura determinada e admirada até mesmo por seus inimigos. Isso tudo feito com bastante competência e maestria pela banda que conduz o roteiro sonoro cheio de dinamismo algo que não torna o trabalho enfadonho.

Na primeira parte do álbum temos Hannibal fazendo cumprir sua promessa de sangue, jurando nunca ser amigo dos romanos  “The Rise of Hannibal”, em seguida, “Hispania (The Siege of Saguntum)” dá continuidade às conquistas do general em uma faixa que une peso e velocidade. “Crossing of The Alpes” retrata uma passagem tensa, cheia de determinação e lealdade que marcam um grande feito de Hannibal com seu exército e seus elefantes de guerra.

Até aqui a história de Hannibal vem sendo construída num clima épico crescente, que desemboca toda sua tensão na instrumental “Suavetaurilia”, para depois conduzir-nos ao contra ataque dos romanos, onde o álbum chega ao seu ápice.

A intro de “Cato Major: Carthago delenda est!” é um dos momentos mais eufóricos do álbum (quase dá pra ver os soldados se posicionando, todos com armas em punho preparando-se para o confronto) esbanjando peso e brutalidade.

“Ad Victoriam” é outra faixa brutal, consegue soar visceral e pomposa ao mesmo tempo. O uso de estilos vocais variados se mostram bastante evidentes nessa faixa conferindo mais dinâmica á interpretação da letra.

Concluindo a trinca brutal da segunda parte do álbum, “The Spoils of War” é a mais virulenta em sua interpretação e arranjos.

A faixa mais eclética de todas fecha o álbum, unindo as características mais marcantes de cada faixa, como corais épicos, teclados climáticos e bastante presentes, arranjos técnicos guitarras com riffs ríspidos e cortantes, uma bateria técnica e brutal, além dos vocais muito bem postos.

Com uma belíssima aula de história, a Ex-Deo se torna uma daquelas bandas que nos deixa ansiosos pelo próximo trabalho a ser lançado.

Maurizio Iacono – vocal

Stéphane Barbe – guitarra

Jean-Francois Dagenais – guitarra

Dano Apekian – contrabaixo

Oli Beaudoin – bateria

Viletale: banda mostra atitude e promove segundo evento “Rot’n Roll” na cidade de Blumenau/SC

Um dos principais fatores que diferenciam uma banda de outra é sua atitude e postura perante o cenário de sua região, apoiar, criar suas próprias formas de se apresentar ao público, abrir oportunidade há outros grupos e iniciar um evento único e exclusivo em sua cidade.

Sabemos que isso é muito difícil e em grande maioria das vezes desanimador por falta de apoio e incentivo de terceiros, mas ainda assim, algumas bandas se sobressaem as adversidades e realizam com sucesso eventos e festivais memoráveis, e esse é o caso dos músicos da “Viletale” que resolveram arregaçar as mandas e promover o próprio festival na cidade de Blumenau/SC.

A banda “Viletale” a menos de três meses promoveu o fest “Rot’n Roll” com extremo sucesso, devido a esse clamor do público uma nova edição já está confirmada e será realizada no dia 12 de agosto com quatro bandas da região se alternando nos palcos e garantindo a força e sobrevivência do Metal na cidade de Blumenau/SC.

Para a segunda edição do “Rot’n Roll” a banda Viletale além de ser uma das atrações do evento, irá receber os músicos das bandas Red Razor (Florianópolis), Enkrenka (Gaspar), e Credo (Itapema), o evento será realizado na Mansão Wayne a partir das 22:00 horas.

Mais informações sobre o evento neste link aqui.

Serviço – Rot’n Roll – 2º Edição:

Bandas: Viletale – Red Razor – Enkrenka – Credo

Local: Mansão Wayne – R: Valdir Kruger – nº84 – Blumenau/SC

Data: 12 de Agosto

Custo: Antecipado R$10,00 – Portaria R$15,00

Início: 22:00 horas

Gleison Junior (Assessor/Diretor) (62) 9.81047866 – 32905706

Facebook Page Oficial: https://www.facebook.com/RoadieMetal/

Facebook Page Assessoria: https://www.facebook.com/roadiemetalassessoria/

Site: http://roadie-metal.com/