Arquivo da categoria: Thrash Metal

Ravenous Mob prepara 2018 cheio de novidades e lançamentos. Confira na matéria abaixo:

A banda mineira de Heavy/Thrash, Ravenous Mob, planeja um ano de 2018 repleto de novidades importantes e com vários lançamentos envolvendo a música, merchandising e tour.

O primeiro passo foi dado em 2017, após o lançamento do EP “Unholy Secrets”, as músicas foram disponibilizadas apenas em formato digital e estão disponíveis gratuitamente nas principais plataformas de Streaming do mundo.

 

Já para 2018, o passo tomado foi recrutar de volta o ex-guitarrista e fundador do grupo, Ewerton Melo, o músico além de refazer todas as guitarras do novo álbum, conseguiu equilibrar o peso e a técnica com o outro guitarrista Lucas Lima.

 

O processo de criação, que ficou por pouco tempo parado, já está com sua maior parte finalizado, faltando apenas alguns ajustes e masterização oficial. O grupo também informou que o novo registro irá conter nove faixas e todas com assuntos relevantes sobre temas diversos, porém corriqueiros do dia a dia da sociedade.

Em breve, capa, single, tracklist e vídeo clipe, serão trabalhados de forma intensa pelo grupo. O material do novo álbum, que ainda não teve seu nome revelado, será lançado primeiramente em formato físico e posteriormente digital.

Ravenous Mob é formada por:

Michael Almeida – Vocal

Lucas Lima – Guitarra

Ewerton Melo – Guitarra

Filipe Zimmermann – Bateria

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/Ravenous.Mob/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/ravenous-mob/

Anúncios

Confira o vídeo clipe para a faixa de “Say My Name (Satan 666)”, da banda Flashover

Mais uma novidade liberada pelos brasilienses do Flashover, o clipe da música “Say My Name (Satan 666)”, o segundo vídeo oficial disponibilizado pela banda em seu canal oficial do YouTube, antecedendo o lançamento do aguardado disco “Souls Consumed By War”.


O disco novo está quase para ser liberado, faltando apenas a entrega da empresa que está cuidando da prensagem do material físico.

Confira o clipe de “Say My Name (Satan 666) no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=vxLVFBQOD-4

 

Flashover é formada por:

Itazil jr – Vocal/Guitarra

Fernando Cesar – Guitarra/Vocal

Tiago Lustosa – Baixo

Jôsefer Ayres – Bateria

Mais informações:

Facebookhttps://www.facebook.com/Flashover-Thrash-148979088800269/

Documentário sobre a história e os bastidores da banda Burnkill está sendo preparado

Com três anos de estrada, a banda mineira Burnkill já tem várias histórias para contar e compartilhar com seus fãs. Para tanto, o grupo vem preparando um mini-documentário com a intenção de explanar tudo que já se passou nestes três anos de história do Burnkill, período em que a banda se tornou um dos nomes mais promissores do Thrash/Death Metal nacional.

Além de divagar sobre sua história, a banda, atualmente formada por Antony Damien (vocais), Lucas Maia (guitarras), Pedro Hoffmann (contrabaixo) e Anderson Lima (bateria) mostrará entrevistas com seus integrantes, influências, processo de composição, bastidores e também detalhes sobre o novo trabalho do grupo, que já está sendo montado.

A intenção do Burnkill é trazer o fã para mais perto da banda, mostrando a eles como é a rotina do grupo, juntamente com a realidade acerca de como é difícil sustentar uma banda no meio underground

O documentário será dividido em vários episódios que serão lançados a cada semana, sendo que o primeiro episódio tem previsão de lançamento para o dia 02 de dezembro. Tudo será divulgado no novo canal oficial do Burnkill no Youtube, que também está sendo preparado. Uma semana antes, a banda divulgará um vídeo que servirá de prévia para o documentário.

Formada em 2014 na cidade mineira de Pouso Alegre, o Burnkill se destacou no cenário de Metal Extremo nacional graças ao sucesso do lançamento de seu debut, Guerra E Destruição, mostrando um Death/Thrash Metal agressivo e visceral, cantado em português.

ACOMPANHE O BURNKILL

Facebook:
https://www.facebook.com/burnkillofficial/

Roadie Metal Press:
https://roadie-metal.com/press/burnkill/

https://www.youtube.com/watch?v=QZjHVQvrhhk

Matakabra anuncia seu próprio festival para o lançamento de seu novo EP “Marginal”

Uma das maiores revelações pernambucana do Death Metal moderno, MATAKABRA, acaba de anunciar a realização de seu primeiro festival o “MTK Fest” para promover o lançamento digital do segundo EP “Marginal”, que sucede o aclamado “Prole” (EP) lançado em 2016.

Após a grande repercussão do primeiro EP na mídia especializada, o que garantiu a abertura de portas, dividindo palco com grandes nomes do metal nacional como Project46NervochaosTorture Squad e participando de grandes festivais pelo Brasil: Mosh Pit Never Die (RJ), Sexta Rock (CE) e Brasinha Core (RN) e por fim a “Prole Maldita Tour”, com mais de 20 shows em 07 estados da região Nordeste. 

Para o lançamento de “Marginal” (EP) resolveram realizar tal evento para impulsionar o movimento underground local e promover o próprio trabalho no melhor estilo “faça você mesmo”.

Tracklist:

1. Ogum (Intro)

2. No Açoite

3. Mordaça

O “MTK Fest” será realizado no Estelita, no dia 26 de novembro, em Recife (PE) e conta com um line up composto por tradicionais bandas do metal extremo pernambucano: MatakabraPandemmy e Decomposed God.

Quem comparecer ao evento concorrerá a sorteio de dois descontos de 50% em tatuagens, promovido pelo baterista da banda MATAKABRATheo Espíndola’. O primeiro sorteio será realizado no inicio do evento e o segundo no final.

Serviço:

MTK Fest – Laçamento do Marginal [EP]

Shows: Matakabra (PE), Decomposed God (PE), Pandemmy (PE).

Local: Estelita (Av. Saturnino de Brito, 385, Cabanga, Recife)

Data: 26/11 (Domingo)

Horário de abertura da casa: 16h

Ingresso: R$ 15 (antecipado), R$ 20 (na porta) e R$ 40 (consumo revertido)

Ponto de venda: Disco de Ouro – disponível apenas o ingresso do tipo promocional ao valor de R$ 15 (não é aceito cartão para compra de ingresso no ponto de venda).

Censura: 18 anos.

Evento oficial do festival no Facebook:https://www.facebook.com/events/1408674019251776/

Menores de idade com 16 e 17 anos podem entrar no evento acompanhados por um responsável legal (pai, mãe, avós ou irmãos), ou então portando autorização devidamente preenchida e autenticada em cartório, em duas vias. Para solicitar modelo de autorização, basta solicitar por inbox na página do Estelita no Facebook.
Contato: matakabra.contato@gmail.com

Links relacionados:

https://www.facebook.com/matakabra/

https://www.instagram.com/matakabra/

https://matakabra.bandcamp.com/releases

https://www.youtube.com/channel/UCYGsQF4-mf03hDnV-zPVYXA

Assessoria de Imprensa: www.facebook.com/cangacorockcomunicacoes/

Fonte: Cangaço Rock Comunicações

Matakabra – “Prole” (EP) (2016) 

“O casamento realizado pelo poder econômico entre o Estado e a mídia gerou incontáveis frutos. Uma prole maldita que se reproduz a cada noticiário, capa de jornal e narrativa mórbida da rádio matinal”.

A banda pernambucana Matakabra surgiu em 2015 e no ano seguinte, lançaram seu primeiro EP, Prole, trazendo pancadaria das boas, com sua sonoridade inspirada em gêneros como o Black Metal, Thrash e o Deathcore criando um trabalho brutalmente cativante. 

As letras cantadas em português realçam a mistura de fúria e dor, principalmente na faixa de abertura, “Executado”, onde o vocal de Rodrigo Costa vai de um gutural grave à timbres rasgados em linhas vocais viscerais, casando perfeitamente com o ritmo frenético e explosivo da faixa.  

O peso continua em “Pesadelo”, com destaque para os arranjos de guitarra. Fernando Marques e Blico Paiva conduzem as 8 cordas com maestria, ditando o andamento da música através de riffs ora rápidos, ora cadentes e cheios de groove.

“Prole” nomeia o EP,  tem um arranjo muito bem trabalhado e mostra a banda numa química espetacular.O peso brutal aliado a técnica do grupo ficam em bastante evidência. O destaque aqui fica por conta das linhas de contrabaixo de Rafael Coutinho e a bateria certeira de Theo Espindola, além da participação de Bruno Saraiva nos teclados.

A excelente arte da capa ficou por conta do Felipe Vaz e para a produção a banda adotou a filosofia do faça você mesmo.


Músicas:

1.  Executado  

2. Pesadelo 

3. Prole 

Membros :

Voz: Rodrigo Costa

Guitarras: Fernando Marques e Blico Paiva

Baixo: Rafael Coutinho

Bateria: Theo Espindola

Participação: Bruno Saraiva

Death Chaos libera novo vídeo clipe com letra inspirada no clássico cult do terror, “O Massacre da Serra Elétrica”

Os músicos da banda Death Chaos acabam de disponibilizar seu novo vídeo clipe oficial, Hammerdown”, uma das faixas exclusivas liberadas que antecedem o lançamento do aguardado álbum “Bring Them To Die” que será lançado oficialmente no início de 2018.

 

Abordando conteúdos relacionados a violência, assassinatos em série e filmes de terror, a banda segue a proposta e na música “Hammerdown” se inspiram diretamente no clássico filme de 1974, “O Massacre da Serra Elétrica“, construindo a cena em que uma das vítimas da família de canibais é colocada sobre uma bacia e assassinada com golpes de martelo.


Assista ao clipe “Hammerdown”:

https://www.youtube.com/watch?v=jyWSYlksCbo&feature=youtu.be

O clipe teve toda sua direção e produção feitas por Karina Schwitzky da “Nekro Produções”, tudo com auxilio e supervisão dos músicos da banda que aparecem na maioria das filmagens executando seus instrumentos no decorrer de todas as cenas gravadas.

 

O novo álbum “Bring Them To Die” será o primeiro full lenght da carreira da banda Death Chaos, o grupo possui um EP intitulado de “Prologue In Death & Chaos” lançado em 2016 que chamou a atenção de público e imprensa pela brutalidade imposta em toda a construção harmônica da banda.


Ainda sem uma data especifica, o novo álbum será lançado em formato físico e digital nas principais plataformas de streaming do mundo, para acompanhar os trabalhos da Death Chaos, basta seguir a banda nos links abaixo:

 

Facebook: https://www.facebook.com/deathchaosmetal/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/death-chaos/

 

Death Chaos é formada por:

Denir “Deathdealer”: Vocal

Julio Bona: Guitarra

Edson “Mamute”: Baixo

Ueda: Bateria

Fonte: Roadie Metal 

One Thousand Dead: Confira a nova data do “Iapussu Rock Fest” 2017

Por forças maiores, um dos principais festivais de Metal do país, “Ipaussu Rock Fest” teve sua data alterada.  

O que seria realizado nos dias 11 e 12 de novembro, agora será entre os dias 02 e 03 de dezembro na cidade de Ipaussu/SP.

Uma das atrações do VI Ipaussu Rock Fest será a banda One Thousand Dead, da cidade paulista de Agudos.  Uma das principais forças da cena Thrash Metal do interior paulista, o quarteto formado por Bruno Rondina (vocais), Vagner Pereira (guitarras), Ricardo Quintanilha (contrabaixo) e Robson Pereira (bateria) estará no festival apresentando as músicas de seu EP de estreia, Infernizando, além de novas composições que estarão presentes no primeiro full-length da banda.


Para os dois dias de festival, estão escaladas as seguintes bandas:

Sábado, 02 de dezembro: John Wayne, Vandroya, Madame V8, Cavera Trincada, Ozz (Ozzy Osbourne cover), Arkezia, Dark Mind (Cover Metallica), System of A Down (Tributo).

Domingo, 03 de dezembro: Nervosa, One Thousand Dead, Haaley Alves, Iron Heads, Dirty Jack (AC/DC cover), Pantera (Tirbuto), Chidren of the Beast (Cover Iron Maiden).

 

O VI Ipaussu Rock Fest será realizado às margens do lago municipal da cidade e a entrada será 1 Kg de alimento não perecível. Além das atrações musicais, haverá praça de alimentação, áreas específicas para camping, para motoclubes e para encontro de carros antigos. Fora isso tudo, estará presente no evento Jason Predador, para aterrorizar todos os presentes no Festival.

SERVIÇO
ONE THOUSAND DEAD NO VI IPAUSSU ROCK FEST, EM SÃO PAULO, AO LADO DE PROJECT 46, NERVOSA, VANDROYA E OUTRAS ATRAÇÕES

Data: 11 e 12 de novembro
Local: Lago Municipal de Ipaussu, SP
Horário: a partir de 13:00, ambos os dias
Entrada: 1 Kg de alimento não perecível
Entrada proibida de bebida alcoólica
Realização: Commando Rock e Associação Comando Cultura

ACOMPANHE O ONE THOUSAND DEAD

Facebook:
https://www.facebook.com/1000deads/

Roadie Metal Press:
https://roadie-metal.com/press/one-thousand-dead/

 

Exylle: uma das revelações do Thrash Metal nacional acaba de liberar seu novo vídeo clipe oficial da faixa “Immortal Dies”

O Thrash Metal casca grossa da banda curitibana Exylle, acaba de ganhar um aporte ainda maior na divulgação das novas músicas que o grupo está criando para findar o lançamento do aguardo primeiro disco da carreira.

 

Em seu canal oficial do YouTube foi liberado o clipe de “Immortal Dies”, as filmagens apresentam os músicos executando a faixa com muito talento, velocidade e técnica. Considerado por muitos como uma das principais promessas do estilo da região sul do Brasil, a Exylle está em plena atividade e planejando vários lançamentos entre o fim de 2017 e início de 2018.

 

A letra de “Immortal Dies” é uma crítica nociva ao fanatismo religioso e a alienação que isso gera há toda uma sociedade. Utilizando como embasamento as ideias utópicas e fantasiosas sobre as divindades imortais, o grupo Exylle, difere do que se é imposto pela religião e questiona essa imortalidade, afirmando que o sagrado pode morrer.

 

Assista ao clipe de “Immortal Dies”:

https://www.youtube.com/watch?v=y4AHdt9pgHk

 

O clipe teve todas as imagens captadas em parceria entre o estúdio “Plug and Play” e o guitarrista Kevin Vieira que também cuidou da mixagem e masterização. Filmagens e edição de vídeo ficou a cargo de Tyrone Hirt.

 

Exylle é formado por:

Victor Hugo: Vocal/Baixo

Kevin Vieira: Guitarra

Johnny Bordignon – Guitarra

Rycardo Antonio – Bateria

 

Mais informações:

Facebook:https://www.facebook.com/ExylleOficial/

Roadie Metal Press:https://roadie-metal.com/press/exylle/

Ufrat: alienação e massa de manobra são os temas abordados na música “Annihilator of Minds” recém liberada no YouTube

Um dos grandes males da sociedade é a alienação imposta pelas grandes mídias televisivas de todo o mundo, o conceito por trás de “Alienação” é a diminuição da capacidade dos indivíduos de pensar ou agir por si próprios, ou seja, indivíduos alienados não têm interesse em ouvir opiniões alheias e apenas se preocupam com o que lhe interessa.

 

Esse tem é frequentemente abordado nas músicas de várias bandas ao redor do mundo, comprovando que independente da evolução tecnológica, social e até mesmo cultural, a alienação também evolui e mantém o ser-humano ainda mais escravo de seu autoconhecimento e controle de suas ações.

 

A banda de Thrash metal, Ufrat, vem destrinchando o conceito individual das músicas que compõem o álbum “Global Devastation” lançado em 2016, após apresentar os conceitos das músicas “Smell of Death” e Unceasing Torment”, o grupo liberou a música “Annihilator of Minds” em seu canal do YouTube e leva aos fãs todo o conceito criado como crítica a atual realidade televisiva do país.

 

“Annihilator of Minds” fala sobre a influência que a mídia-televisiva tem sobre as pessoas, tirando a consciência daqueles que estão sendo usado como massa de manobra, sugerindo ideias e manipulando-os como fantoches, a mídia é encarada na letra da música como a criadora de situações sociais que geram pânico coletivo ou euforia massiva, gerando falsas expectativas. A banda Ufrat teve todo o cuidado de pesquisar e entender que geralmente as grandes mídias massivas possuem cunho com políticos ou milionários da indústria de manobra que interferem e criam o sensura “branca”, ou seja, aquela que ninguém vê, mas que sabem que está lá.

 

Confira a música Annihilator of Minds:

https://www.youtube.com/watch?v=24OJ1eY3x_k

 

Formação:

Caio – Vocal

Alex – Guitarra

Ivan – Bateria

Marcelo – Baixo

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/Ufrat-537000909645686/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/ufrat